Archive

Posts Tagged ‘TSE’

Abril 2015: PSDB primeiro partido do DF em filiações

O cadastro dos filiados a um dos 32 partidos políticos existentes no Brasil é atualizado pelo Tribunal Superior Eleitoral duas vezes ao ano, em abril e outubro. As filiações são de responsabilidade dos secretariados dos partidos, que as transmitem ao TSE, onde a regularidade destas é verificada.

Este post, continuando a série começada em outubro de 2013, relata os números do cadastro atualizado em abril de 2015.

180.096 eleitores do DF estão filiados a um partido político, o que representa um aumento de 5,17 % em relação à última atualização do cadastro, em outubro de 2014. Todavia, este acréscimo é concentrado quase que num partido só. Do total dos partidos, 7 conheceram um aumento do número de filiados, enquanto os 25 outros perderam aderentes.

Em termos percentuais, os três partidos que mais cresceram no semestre foram PSDB (+63,65 %), PSOL (+11,71 %) e PSD (+ 11,44 %). Por outro lado, PMN (- 6,61 %), PEN (-5,16 %) e PTC (-3,56 %) são os que mais perderam aderentes.

LISTA DOS PARTIDOS E FILIADOS NO DF / ABRIL DE 2015 > Filiados 2014-2015 lista (apertar a seta voltar após leitura)

GRÁFICO DOS FILIADOS POR PARTIDOS OUT 14/ABR 15 > Filiados a um partido outubro 2014-abril 2015 gráfico (apertar a seta após leitura)

Com 10.072 filiados a mais em 6 meses, o PSDB se torna o primeiro partido do DF

O PSDB-DF está se preparando para importantes eleições nos próximos dias. Coincidência ou não, o partido conheceu um impressionante crescimento do número de filiados desde outubro de 2014 (+ 10.072 pessoas, ou 63,65 %).

Este aumento se deu em todas as Zonas Eleitorais (com exceção da 1a. – Asa Sul) com maior percentuais no Recanto das Emas, em Samambaia e em Planaltina. Além da diminuição de filiados na Asa Sul, os aumentos na Asa Norte e no Guará foram menos importantes.

EVOLUÇÃO DOS FILIADOS AO PSDB-DF por ZE out 14/abr 15 > FILIADOS PSDB outubro 2014 abril 2015 (apertar a seta voltar após leitura)

GRÁFICO DA COMPOSIÇÃO GEOGRÁFICA DOS FILIADOS AO PSDB-DF out 14/abr 15 > Filiados PSDB oct 14-abril 15 gráfico (apertar a seta voltar após leitura)

Filiações outubro: estabilidade, PMDB 1o, PSC 4o

O cadastro dos filiados a um dos 32 partidos existentes no Brasil é atualizado pelo TSE duas vezes ao ano, em abril e outubro. As Executivas Regionais informam ao Tribunal suas listas de filiados, e esse verifica a regularidade das inscrições.

O semestre de abril a outubro em ano de eleição é menos movimentado, em razão do prazo mínimo de um ano de filiação para candidatar-se. O número total de filiados a um partido no DF aumentou 1,32 %, atingindo 171.249 eleitores (9,03 % dos 1.895.697 eleitores aptos no dia 5 de outubro).

O “pódio” PMDB, DEM e PSDB segue inalterado, já o PSC se torna o quarto partido mais popular do DF, ganhando as duas posições do PP e do PT.

Prosseguindo em sua consolidação, o Solidariedade (que outrossim elegeu sua primeira parlamentar no DF na pessoa de Sandra Faraj, Deputada Distrital eleita) teve o maior aumento do semestre, seguido de PEN (que terá representação de Luzia de Paula na CLDF) e PCdoB (sem eleito).

. Partido out/10 abr/14 out/14 var abr/out 14 em %
1 PMDB 26.332 25.960 25.882 -0,30
2 DEM 18.721 18.635 18.775 0,75
3 PSDB 14.319 15.405 15.823 2,71
4 PSC 14.161 14.175 14.452 1,95
5 PP 14.701 14.326 14.336 0,07
6 PT 8.537 14.257 14.319 0,43
7 PDT 10.596 11.680 11.906 1,93
8 PR 10.197 11.775 11.722 -0,45
9 PPS 3.643 5.517 5.493 -0,44
10 PTB 4.230 5.100 5.078 -0,43
11 PSB 1.448 4.589 4.688 2,16
12 PRTB 1.345 3.603 3.664 1,69
13 PHS 2.337 2.977 3.059 2,75
14 PMN 1.740 2.431 2.555 5,10
15 PSOL 1.059 2.491 2.483 -0,32
16 PT DO B 2.540 2.431 2.429 -0,08
17 PTC 166 2.373 2.388 0,63
18 PRB 784 2.030 2.358 16,16
19 PC DO B 1.467 1.400 1.643 17,36
20 PRP 1.102 1.469 1.474 0,34
21 PSL 1.256 1.166 1.162 -0,34
22 PV 967 1.093 1.091 -0,18
23 PTN 168 730 747 2,33
24 PPL 0 721 707 -1,94
25 PCB 572 558 556 -0,36
26 PSTU 533 531 527 -0,75
27 PROS 0 395 429 8,61
28 PEN 0 345 426 23,48
29 PSDC 306 391 390 -0,26
30 PSD 0 357 367 2,80
31 SDD 0 74 284 283,78
32 PCO 34 36 36 0,00
. . 143.261 169.021 171.249 1,32

Gráfico comparativo abril/outubro 2014 > Filiados a um partido abril-outubro 2014 gráfico (apertar a tecla voltar após leitura).

Para estudar de mais perto a repartição geográfica dos partidos e de seus filiados, e como não houve mudança significativa desde abril de 2014, continuam válidas as tabelas do post precedente sobre filiações no DF > https://politicadfemnumeros.wordpress.com/2014/04/25/filiacoes-abril-2014-pmdb-continua-maior-partido/

Categorias:DEM, DF, partidos, PCdoB, PEN, PMDB, PSDB, SD Tags:, , , ,

Benício ? Robério ? Jânio ?

14 de dezembro de 2011 2 comentários

O mandato de Benício Tavares (PMDB) na CLDF nunca foi tão disputado ! Impugnado pelo TRE-DF, ele participou do pleito em 3 de outubro de 2010 nesta condição e seus votos (17.558) não foram computados. O 24o Distrital anunciado foi Raimundo Ribeiro (PSDB). Mas, em decisão posterior, o TSE deferiu o registro do candidato do PMDB, que recuperou sua cadeira na CL pela sexta vez, e deixou o segundo representante do PSDB de fora. Enquanto isso, numa outra ação, desta vez de eventual compra de votos, o TRE-DF acabava cassando o mandato de Benício, e a decisão foi desta vez confirmada no TSE. Ainda há recursos e protelações possíveis para a defesa, mas já se discute o nome de seu eventual substituto. Além de Robério Negreiros, 1o suplente do PMDB, candidato “natural” à vaga, já havia Raimundo Ribeiro (PSDB), desejando repôr o resultado original de 03 de outubro de 2010. Aparece hoje um terceiro candidato, o Guarda Jânio, do PSB !

No caso de cassação definitiva, é bom lembrar que o TSE, até hoje, nunca divergiu do entendimento da manutenção dos votos em favor do partido do cassado, baseado na lei que, contrária ao senso comum, mantém os votos considerados nulos para o candidato, como válidos para a coligação ou partido. Se não houver novo entendimento da Corte Superior, Robério Negreiros, 1o suplente do PMDB, assume a vaga, beneficiando-se dos votos de Benício Tavares.

Como a situação de Benício é inédita (por ter sido impugnado pelo TRE-DF, ele concorreu ao pleito com registro indeferido com recurso) a posição do TSE era aguardada em paralelo ao julgamento do mérito. Pela lógica, votos adquiridos de forma ilícita não deveriam beneficiar a ninguém, justamente pela forma com a qual foram adquiridos. É o ponto que Raiumundo Ribeiro, 1o suplente do PSDB, queria ver abordado nas preliminares. Mas os ministros descartaram as preliminares.

Onde entra agora o PSB ? Na noite de 3 de outubro, com Benício ainda indeferido, o resultado proclamado pelo TRE-DF colocava Raimundo Ribeiro como 24o Distrital, seu partido (PSDB) tendo realizado 84.044 votos, benefiava da 8a e última sobra. Quando a votação de Benício foi reintroduzida, o PMDB pulou de 69.016 votos para 86.577 votos, passando o PSDB, deixando o ex-Secretário da Justiça do Governo Arruda do lado de fora. Se os votos de Benício forem anulados completamente, o PMDB volta para 69.016 votos. Mas, além de Benício Tavares, outros candidatos a Distrital foram impugnados. A quase totalidade também foi recusado pelo TSE (por sinal, quatro ainda estão no aguardo do desfecho final, dos quais Jaime Recena e seus 1.709 votos). Mas com a decisão do STF de não aplicar a Lei da Ficha Limpa na eleição de 2010, os pouquíssimos impugnados com esta base foram validados. É o caso de Paulo Henrique Oliveira, o PH do PCdoB, que teve 800 votos. O PCdoB era coligado com o PSB e, somando os 800 votos aos 83.381 dos váildos, o PSB/PCdoB atinge 84.181, ou seja, 137 votos a mais que o PSDB de Raimundo Ribeiro !

Por isso, e resumindo: se não mudar o entendimento do TSE e os votos de Benício continuarem valendo para o partido, é eleito Robério Negreiros (PMDB). Se houver novo entendimento do TSE e os votos forem totalmente anulados, assume o Guarda Jânio (PSB).