Arquivo

Archive for the ‘Luis Miranda’ Category

Origem da votação de Luis Miranda (DEM) Federal 2018

26 de dezembro de 2018 Deixe um comentário

Luis Miranda obteve a sexta maior votação para Deputado Federal na eleição 2018 no DF com 65.107 votos (4,52 % dos votos válidos)

Foi o segundo mais votado na coligação PSDB/PR/DEM (após Flávia Arruda).

Teve seu maior resultado proporcional na Zona 21 (Recanto das Emas/Samambaia) com 6,29 % dos votos válidos, e seu pior resultado nas Zona 01 (Asa Sul) com 1,81 %.

Confira a origem geográfica dos votos de Luis Miranda em 2018 >2018 DF Federal Luis Miranda eleitorado

Luis Miranda declarou em 2018 um patrimônio de R$ 7.290.000,00. Foi sua primeira candidatura a mandato eletivo.

Também declarou receita (real) de campanha de R$ 519.000,00, provenientes de recursos próprios (R$ 435.000,00/88,64 %) e de doação de três pessoas físicas (R$ 59.000,00/11,36 %).

Foram registradas R$ 519.000,00 em despesas, distribuídas nas áreas seguintes > 2018 DF Federal Luis Miranda despesas

 

 

 

 

Anúncios

2018, DF, Federais: só 3 coligações atingem o Quociente Eleitoral

8 de outubro de 2018 4 comentários

(Bia Kicis/PRP, 3a mais votada mas eleita na última sobra)

 

A eleição 2018 para a bancada dos 8 Deputados Federais pelo DF ocorreu com 14 coligações e/ou partidos sozinhos.

Destes, três atingiram o Quociente Eleitoral.

Confira os votos e os eleitos das coligações > 2018 DF Federais tabela votos coligações

A ordem da votação nominal foi: 1. Flávia Arruda (PR) 121.340 votos (8,43 %), 2. Érika Kokay (PT) 89.986 votos (6,25 %), 3. Bia Kicis (PRP) 86.415 votos (6,00 %), 4. Julio Cesar (PRB) 79.775 votos (5,54 %), 5. Prof. Israel (PV) 67.598 votos (4,69 %), 6. Luis Miranda (DEM) 65.107 votos (4,52 %), 7. Paula Belmonte (PPS) 46.069 votos (3,20 %), 8. Prof Pacco (PODE) 39.300 votos (2,73 %) e 9. Celina Leão (PP) 31.610 votos (2,20 %).

A ordem de eleição (com atribuição das vagas pelo quociente partidário) foi: 1. Flávia Arruda; 2. Julio Cesar; 3. Prof. Israel.

Houve cinco “sobras” que foram distribuídas pela ordem da maior média 4. Celina Leão; 5. Érika Kokay; 6. Luis Miranda; 7. Paula Belmonte; 8. Bia Kicis.

O “nono eleito” teria sido Joaquim Roriz (PMN).

Sem a modificação do artigo 109 que permite agora a distribuição dos sobras aos partidos/coligações que não atingiram o Quociente Eleitoral, os eleitos teriam sido: Flávia Arruda, Júlio Cesar, Prof. Israel, Luis Miranda, Paula Belmonte, Maria Abadia, Laerte Bessa e Prof. Pacco.

Os primeiros suplentes são:

de Flávia Arruda ou Luis Miranda: Laerte Bessa;

de Julio Cesar ou Paula Belmonte: Professor Pacco;

do Prof. Israel: Maria Abadia;

de Érika Kokay: Vanessa é o Bicho;

de Celina Leão: Filippelli;

de Bia Kicis: Elisa Robson.