Início > 2017, Comissionados, GDF, Servidores > Servidores GDF abril 2017: menos concursados, mais comissionados. De novo

Servidores GDF abril 2017: menos concursados, mais comissionados. De novo

O Diário Oficial de 12 de maio de 2017 publica o quadro da força de trabalho ativa do Governo de Brasília em 31/03/2017.

Março de 2017

O total de servidores ativos em 31/03/2017 é de 130.782. A Secretaria de Educação continua o maior “empregador” do serviço público Distrital, com 38.732 servidores, seguida da SE Saúde com 33.306 e Polícia Militar com 12.327.

O total de cargos em comissão (concursados + livre provimento) é de 13.495. Em números absolutos, é SE Saúde que possui mais funções gratificadas (2.024), seguida da Polícia Civil (1.122) e da SE Segurança Pública com 624.

O número de cargos comissionados ocupados por servidores sem vínculos com o GDF é de 5.954, que corresponde a 4,55 % do total de servidores.

A PMDF, que não tinha servidores fora do quadro até dezembro de 2016, indica agora ter 400, tornando-se a unidade com maior número absoluto de comissionados de livre provimento (sem concurso), seguida da SE Saúde (341) e da SE Trabalho, Mulhres e Igualdade Racial (295).

Em termos percentuais, exceto a CEB Gás onde o único servidor é de fora do quadro, a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal-FUNAP aparece como o maior percentual de não-vinculados com 38 de seus 41 servidores (92,68 %), seguida da Administração Regional do SCIA/Estrutural com 43 de seus 47 servidores (91,49 %) e da AR Varjão tendo 34 de seus 38 servidores fora do quadro efetivo (89,47 %)

Confira os servidores do GDF em 31/03/2017 > Servidores GDF mar 2017

NB: a tabela indica: “total” o número total de servidores; “comis” o número de cargos em comissão; “sem vinc” o número de servidores fora do quadro em cargos comissionados.

 

Dezembro 2016/Março 2017

(NB: Os números da PMDF foram repetidos do balanço de setembro de 2016 já que os de dezembro de 2016 publicados no DODF estavam errados, mas não foram retificados até a presente data.)

O total da força de trabalho está em baixa de 2.508 servidores (- 1,88 %), isto apesar do aumento importante dos cargos em comissão (+ 329) e dos sem vínculo (+ 532).

A situação da Polícia Militar já passa de alarmante, com mais de 1.500 Servidores saindo do serviço efetivo em seis meses, o que representa mais de 10 % da força. Estranhamente, a “Gloriosa” indica, pela primeira vez, ter Servidores sem vínculo, e numerosos: 400. Mesmos com esses, o saldo da força da PM agora mal ultrapassa 12.000. O CBMDF também é atingido pela onda de reservas remuneradas, perdendo mais de 200 concursados. Para os Bombeiros também, houve forte aumento de cargos de livre provimento: passaram de 5 para 48 desde o início do ano.

A SE Saúde é a segunda em perdas de Servidores (- 592), mas com aumento de contratados de fora (+ 51)

Pouquíssimas unidades tiveram reforço, com destaque na SE Segurança Publica que tem mais 49 Servidores (todos sem concurso) e a ADASA mais 28.

Nova ligeira baixa nas Administrações Regionais: 2.072 Servidores (20 a menos que em dezembro de 2016)), 1.321 cargos em comissão (- 25) e 1.160 fora-do-quadro (- 38). É devido ao corte de 1/3 do quadro da AR Santa Maria.

Confira a variação da força de trabalho do GDF entre dezembro de 2016 e março de 2017 > Servidores dez 2016 – mar 2017

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: