Início > DF, Federal > Federal : Mais de 500 mil votos disponíveis à esquerda.

Federal : Mais de 500 mil votos disponíveis à esquerda.

A eleição para Federal no DF em 2014 promete ser uma das mais disputadas da história. Há no mínimo vinte nomes “elegíveis” distribuídos em cinco coligações. Por outro lado, há quase 900 mil votos “disponíveis” contando com os candidatos 2010 que não se apresentam de novo + os votos em branco + os votos nulos.

Só considerando os candidatos 2010 que tiveram mais de 10 mil votos e os votos não válidos, há um “reservatório” de 848 mil votos:

. 2014 votos
Reguffe Senador 266.465
Paulo Tadeu não candidato 164.555
Geraldo Magela Senador 86.276
Pitiman Governador 51.491
Adelmir Santana não candidato 45.712
Ricardo Quirino não candidato 30.969
Toninho Pop Distrital 21.326
Georgios Distrital 19.032
Virgílio Neto Distrital 17.871
brancos . 87.395
nulos . 57.287
. TOTAL 848.379

Apesar do volume total de votos “livres” impressionar, é preciso notar que haverá mais concorrência à direita de que à esquerda, e que as “3a” e “4a” vias precisarão encontrar seus eleitores neste meio termo.

O retorno à disputa Federal dos dois candidatos ao Senado em 2010 (Alberto Fraga, 511.517 votos e Maria de Lourdes Abadia, 348.842 votos) representa uma força para as coligações Arruda e Pitiman, respetivamente. A situação instável da candidatura Jaqueline Roriz pode ser mais um combustível para Fraga ser o campeão de votos no lado mais à direita do tabuleiro. Laerte Bessa também torce para uma votação excepcional de Fraga já que, sem Jaqueline, a coligação “União e Força” terá de contar com seus “padrinhos” Joaquim Roriz e Arruda para transferir votos nas proporcionais para garantir uma segunda cadeira.

Na coligação Pitiman, Abadia, Eliana Pedrosa e Izalci, com outros bons candidatos no “banco de reserva”, têm condições de visar os dois eleitos (cerca de 375 mil votos) ou pelo menos a sobra necessária para 1+1.

Para a aliança Agnelo, haverá no mínimo a “herança” de Paulo Tadeu e Geraldo Magela, 250 mil votos, cujos donos não carimbaram o destino. Não convém a Magela, candidato ao Senado, direcionar seu eleitorado para um dos vários candidatos a Federal da aliança, e Paulo Tadeu, Conselheiro do TCDF, se fez discreto na cena eleitoral, como manda a liturgia do cargo. Seu irmão, Ricardo Vale, candidato a Distrital, também não deixa pistas da preferência familial, e pode ser visto ao lado de vários candidatos a Federal, por sinal não só do PT, dependendo da região de seus eventos.

Em termos numéricos pelo menos, o PT não perde, já que dois novos concorrentes são apresentados aos eleitores, Patrício em trajetória “clássica” vindo da Presidência da Câmara Legislativa, e Rafael Barbosa, candidato de primeira viagem mas com apoios e vivência política fortes. Policarpo é valor segura na disputa e Vitor Paulo (PRB) deve ter como base no mínimo a votação de Ricardo Quirino em 2010. Messias, (PCdoB), já candidato em 2010, terá o recall de sua administração da RA 1, Brasília, no Governo Agnelo.

Erika-Kokay-Agencia-CamaraRonaldo Fonseca

 

Mas a coligação “Respeito por Brasília 2”, liderada pelo PT, apresenta também um “causo” que pode parecer estranho a quem seguiu as atuações dos dois parlamentares na Câmara dos Deputados da última legislatura: Érika Kokay (PT) e Ronaldo Fonseca (PROS) são aliados. Um “casamento” que pode virar briga, a diferença entre os dois foi de menos de 5 mil votos em 2010 (72.651 para Érika, 67.920 para Ronaldo), e é possível que um seja suplente do outro numa coligação que visará um terceiro eleito, na distribuição das sobras.

A ampla aliança de partidos para a reeleição do Governador Agnelo foi separada em duas coligações para Federal, como já tinha sido em 2010, a segunda, apelida de “Respeito por Brasília 1”, é liderada pelo PMDB, Mas, contrariamente ao pleito de quatro anos atrás, onde só o Pitiman (então PMDB) se elegeu, e por margem pequena (menos de 20 mil votos além do quociente eleitoral), desta vez as ambições são elevadas, mesmo se a renúncia de Olair Francisco (PTdoB) hipotecou a segunda cadeira. os quatro candidatos do PMDB, liderados pelo Rôney Némer, Alírio (PEN), Campanella (PPL) e Eduardo Brandão (PV) tentarão a maior sobra possível além da vaga “garantida”.

Mas a “batalha campal” será pelo espolio de Reguffe. Deputado Federal mais votado (proporcionalmente) do Brasil em 2010, candidato ao Senado liderando as pesquisas até agora, o PDTista deixa na mesa 266 mil votos sem sucessor designado. Sua “lembrança” na Câmara Legislativa tinha trazido 8 mil votos de legenda ao PDT há quatro anos. A candidata à Presidência Marina Silva, por sua parte, tinha deixada sua “contribuição” de 24 mil votos de legenda para o PV em 2010. Soma consequente, que, juntada às votações de Rogério Rosso, do Professor Granjeiro e de Augusto Carvalho, entre outros, deve garantir uma vaga à coligação de centro-esquerda.

Anúncios
Categorias:DF, Federal
  1. 8 de outubro de 2014 às 12:30

    Sua análise foi muito boa. Acertou quase tudo.
    Érika Kokay e Ronaldo Fonseca se elegeram como você disse. Fraga arrastou Laerte Bessa com o apoio dos candidatos named Roriz.
    E o espólio do Reguffe elegeu Rosso e Augusto Carvalho.
    Acho que Roney Nemer não vai ficar muito tempo se o processo dele avançar na justiça. Deixando o lugar para Alírio.

    • 8 de outubro de 2014 às 13:10

      Obrigado pelo comentário. A coligação “Rollemberg” elege Augusto Carvalho na primeira sobra, é a surpresa desta eleição, já que muitos até duvidavam que o grupo teria um eleito. Já a coligação “PT” viu uma contra-performance de seus candidatos 13. Policarpo, Patrício e Rafael Barbosa estavam esperados mais alto, mas de qualquer forma o primeiro suplente não é do PT, é do PRB (que, por sinal, é o partido que mais cresceu nacionalmente para a Câmara dos Deputados).
      Por outro lado, o PT recuperou o posto de partido com maior votação de legenda, perdido em 2010.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: